Designação:
Gravura
Título:
Naufrage aérien. Le «dirigeable» de M. de Santos Dumont. Le Petit Journal supplément illustré, 25/08/1901
Data:
1901

Materiais:
Papel

Medidas:

Largura: 29,50 cm

Altura: 43,50 cm

Coleção:
Função/uso:
Informação

Tema:
Nº inventário:
MND.90049
Descrição:
ALBERTO SANTOS DUMONT (1873-1932). Pioneiro da aviação. Nascido no Brasil (Minas Gerais), Santos Dumont fixou-se, ainda jovem, em Paris, onde passou grande parte da sua vida. As suas experiências aeronáuticas tornaram-no numa figura bem conhecida da sociedade parisiense da época. Em 1898, Santos-Dumont fez o seu batismo de ar e poucos meses depois constrói o seu primeiro balão, o «Brasil». Seguem-se muitos outros dirigíveis que vai numerando, nº 1, nº 2, etc. Os feitos e sucessos de Santos-Dumont são relatados com frequência na imprensa desportiva da época, nomeadamente em «La Vie au Grand Air». Apesar de vários acidentes e quedas (nesta gravura de primeira página a queda é designada como um 'naufrágio áereo'), Santos Dumont não desiste e, dos dirigíveis passou aos aeroplanos. No dia 12 de novembro de 1906, com o aeroplano 14-bis, percorreu em voo uma distância de 220 metros em 21 segundos a uma velocidade de 41,3 km/hora. Esta proeza foi considerada pela Federação Aeronáutica Internacional (fundada em 1905) como o primeiro recorde do mundo da aviação.
© Museu do Desporto 2021
in web. Acesso online ao Acervo Artístico. Sistemas do Futuro
Memória para todos ® | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Sistemas do Futuro
Copyright © Museu Nacional do Desporto - Todos os direitos reservados
Inweb. Acesso Online à Coleção. Sistemas do Futuro
Copyright © Museu de Mértola - Todos os direitos reservados
Inweb. Acesso Online à Coleção. Sistemas do Futuro